Criação de Pássaros Exóticos - SP - Brasil

Switch to desktop Register Login

Diamante Mandarim

O pássaro Mandarim conhecido como Diamante Mandarim no Brasil tem o nome científico (Poephila castanotis guttata) são originários da Austrália e das ilhas da Indonéisa como Timor, Sunda, etc... preferem viver em áreas arborizadas ou em planícies de vegetações grandes e bastante grossas, mas podem se adaptar às terras áridas com árvores ou arbustos onde conseguem se abrigar.

Passaro Mandarim Cinza Bochecha Laranja MachoO pássaro Mandarim é uma ave muito ativa que vive em grandes grupos geralmente em colônias. No entanto, é também um pássaro que também vive isolado ou com seu par apens. São muito resistentes a ambientes mais secos, semi-desertos, e conseguem ficar muito tempo sem tomar agua. Se algum criador comentar que seu pássaro mandarim morreu de sede desconfie pois existem relatos de testes feitos em mandarins que alguns pássaros conseguiram ficar sem beber agua por alguns anos seguidos. Eu não acredito mas é fácil encontrar estes relatos na internet.

Eles gostam de Ninhos volumosos e Livres principalmente se tiverem ervas secas e em formato de garrafa, com entrada em forma de túnel. Daí vem o costume, em parte, ter que usar materiais diferentes como a palha de coco para tecelagem do ninho. É um pássaro pequeno, forte, movimentos rápidos e alegres.

O Mandarim é um passaro dócil, cantador, territorialista mas não é violento, manso (quando acostumado ao criador), adora uma farinhada com ovos cozidos e pode ser um ótimo animal de estimação. Os Passaro Mandarim Branco Bochecha Negra MachoMandarins são muito inteligentes e rápidos. Particularmente eu indico sua criação em pequenos, medios e grandes viveiros, mas eles tambem se acostumam com pequenas
gaiolas. Como eles sao muito agitados a gaiola pequena dificulta sua movimentação.

Existem duas subespécies de mandarins. A espécie P. guttata guttata é encontrada nas ilhas do Timor e outras localizadas na Indonésia, eles são menores e mais ou menos exactamente o mesmo desenho em relação às outras subespécies.

A espécie P. castanotis guttata (o mandarim mais comum), é encontrada em toda a Austrália, exceto nas zonas de chuva da costa (New South Wales e Victoria). O pássaro mandarim cujo nome original é "zebra finch", recebe o nome de zebra pela forma padrão que os machos exibem uma barra serrilhada no peito e o desenho da cauda. Nós adaptamos esse nome por ser um detalhe exclusivo
deste passaro que no caso do diamante gould as marcas de diamante nas bocas dos filhotes aparecem até que eles Passaro Mandarim Cinza Bochecha Laranja Macho com Topetealcancem a maturidade.

Na Austrália são freqüentemente chamados de "Mandarijntjes" por causa das bochechas redondas e castanhas que  os machos exibem quando adultos.

Por volta de 1800, o primeiro diamante mandarim foi descoberto, e em 1805 os primeiros mandarins foram exportados para a Europa, particularmente para Paris. No entanto, o diamante mandarim já estava muito popular por volta de 1900 e era exibido em exposições regionais. Especificamente, há rumores de que o mandarim já tinha sido introduzido na avicultura por volta de 1860, durante o mesmo período em que o periquito era proibido. O mandarim foi criado e recriado entre pais e filhotes por tantos anos que originou o aparecimento de mutações e diferentes cores. A primeira mutação, branco, apareceu em 1927 na Austrália.

Desde então os números têm aumentado dramaticamente.

Criação de Diamante Gould - Canários - Mandarins - Todos os Pássaros Exóticos da Fauna Doméstica do IBAMA.

Top Desktop version